Boas Férias

Novos visitantes!!!

Por informação da Google Statistics, o nosso blogue tem novos visitantes, os quais acedem com frequência às nossas postagens.

Sem dúvida, um motivo de orgulho para todos nós e para a escola.



Brasil, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Holanda, Suíça, França, Angola, Ucrânia, Alemanha, Taiwan, Japão, Reino Unido, Porto Rico, Irlanda, Bélgica, Hong Kong, Canadá, Moçambique, Itália, Bulgária, Noruega, Finlândia, Rússia e Timor-Leste.







12/11/10

LENDA DA TAPADA DAS MERCÊS (I)

Era uma vez, há muitos anos, num reino chamado Boagente em que vivam cerca de cem pessoas que eram muito bondosas. Quem governava essa terra era uma rainha também muito bondosa chamada Mercês.

Todas as pessoas gostavam dela porque ela era boa com as pessoas, simpática e nunca deixava ninguém passar fome ou frio.

Ela nunca tinha tido filhos e por isso todos receavam que ela ficasse doente e nunca mais pudesse reinar.

A rainha tinha muitas tapadas mas a que ela mais gostava ficava perto de Sintra, porque de lá podia ver-se o seu belo palácio no alto da serra.

A rainha todos os dias visitava todas as suas tapadas mas perdia (para ela ganhava) muito tempo naquela tapada a olhar para o seu lindo palácio.

Certo dia a rainha pôs um anúncio no jornal que dizia: “Marido Precisa-se! Urgente!!!”.

Muitas propostas apareceram mas nenhuma lhe agradou até que certo dia apareceu o “homem da vida dela” e ela ficou de imediato apaixonada.

Ela informou todo o reino que já tinha encontrado o seu futuro marido e que já não valia a pena nenhum homem vir tentar a sua sorte.

Cinco dias depois era o dia do casamento, todo o reino estava lá. Estavam todos felizes, mas tinham uma dúvida: Como é que ele se chamava?

Na hora do casamento estavam mais do que curiosos para saber como ele era, como se chamava e se era boa pessoa.

As pessoas conheceram o “ marido” da rainha, fizeram-lhe todas as perguntas e mais algumas mas ele não respondeu a nenhuma das perguntas, dando assim a impressão que era uma pessoa muito arrogante.

Já estava mais do que na hora do casamento mas a rainha não aparecia. Foram à procura dela e encontraram-na morta no fundo das escadas do palácio dando a entender que tinha caído nelas, batido com a cabeça no chão e morresse.

Foi um grande desgosto para todo reino saber da morte da rainha. Por esse motivo deram o seu nome há sua tapada preferida, ficando aquela tapada com o nome de “ Tapada das Mercês” até aos dias de hoje. E não é por acaso que também fica situada a nossa escola exactamente onde se situava a tapada preferida da rainha!

Contributo do Inês Matos, 6ºA

1 comentário:

  1. Gostei muito e tu sabes disso!
    Parabéns.
    Abraço,
    Prof. João Caravaca

    ResponderEliminar